Ghost Writer: saiba o que um escritor fantasma pode fazer por você

Ghost Writer: saiba o que um escritor fantasma pode fazer por você

Você já ouviu falar em Ghost Writer, expressão em inglês que significa escritor fantasma? Calma, não é nada sobrenatural e nem tem a ver com algum tipo de misticismo. É chamado de Ghost Writer o profissional que presta serviços de redação de textos, sem que o seu nome apareça, ou seja, é quem escreve e depois some, assim como um fantasma.


Muitos colunistas de jornais e revistas e até mesmo blogueiros de algum nicho específico, que são muito bons em suas áreas de atuação, mas não têm habilidades com texto e por isso não conseguem compartilhar suas ideias contratam esse tipo de profissional. Gostou da ideia? Então continue lendo e saiba mais sobre como um Ghost Writer pode te ajudar.

Como funciona o trabalho de um ghost writer?

Antes de desenvolver o seu texto, o profissional irá realizar uma espécie de entrevista com você, buscando conhecer mais sobre o seu trabalho ou sua empresa, para poder deixar clara as suas características e impressões pessoais no material desenvolvido. Além disso, também é possível trabalhar com base em personas, que são personagens semi-fictícios que representam o público que você deseja atingir com a sua publicação.

Quais são os tipos de materiais que um ghost writer pode desenvolver?

Os ghost writers podem desenvolver materiais de qualquer temática e para as mais diversas plataformas. Podem ser feitos textos para publicação em informativos, jornais, revistas, sites, blogs, além de discursos, cartas, relatórios, etc.
Em alguns casos, até mesmo obras como livros e e-books podem ser feitas por um ghost writer.

ghost writer recebe por direitos autorais?

Não! Os direitos autorais e a propriedade intelectual dos textos produzidos por um ghost writer são de quem está pagando pelo trabalho e não por quem o desenvolveu.
O redator apenas recebe a quantia pré-estabelecida pelo seu trabalho e depois não tem mais nenhum direito sobre o texto.

Contratar um ghost writer é ético?

Muitas pessoas têm essa dúvida, mas não há nenhum problema em contratar um redator que desenvolva textos para você ao invés de você produzir o seu próprio material. Afinal, cada pessoa tem diferentes habilidades e nem todos se dão bem com a escrita.
Imagine por exemplo um cabeleireiro de mão cheia, que saiba tudo sobre os tipos de corte, os produtos indicados para cada tipo de cabelo e etc. Pense agora que ele foi convidado por um jornal local para ser colunista na área de estética, mas não sabe escrever bem. Nesse caso, não há problema nenhum em contratar um ghost writer, pois o profissional apenas irá coletar as informações com o cabeleireiro e desenvolver um texto de qualidade.
Agora que você já sabe como funciona o trabalho de um ghost writer pode entrar em contato conosco sempre que precisar desse serviço.