Dor nas costas: um guia completo sobre o assunto

Dor nas costas: um guia completo sobre o assunto

Todas as pessoas vão ter dor nas costas em algum momento. Por isso, conhecer sobre elas é muito importante.

Se saíssemos às ruas perguntando para as pessoas se elas já tiveram dor nas costas em algum momento da sua vida, certamente teríamos uma maioria esmagadora de respostas positivas. Afinal, quem nunca dormiu mal posicionado ou permaneceu muito tempo na mesma posição e deu um mau jeito nas costas? Há uma estimativa de que TODAS as pessoas terão dor nas costas, pelo menos uma vez na vida. Isso mesmo, todas as pessoas, sem exceção terão dores nas costas em algum momento.

No entanto, essa estatística não pode fazer com que a dor nas costas seja encarada como algo banal, sem importância. A também chamada dorsalgia pode sim ser algo simples, mas também pode indicar problemas mais graves, como cálculo renal, pedra na vesícula, crises de apendicite, infecções na bexiga e, nas mulheres, até mesmo o câncer de ovário.

Por isso, é preciso compreender a origem da dor nas costas, bem como as causas que a estão ocasionando. Isso tudo é muito importante para que você possa ser submetido ao tratamento ideal. É por esse motivo que consultar um médico é sempre muito importante para compreender as causas das dores nas costas.

Neste post, apresentamos para você um guia completo sobre as dores nas costas. Explicaremos quais são as principais causas que geram a dor, como aliviá-la, quais são os principais tipos de dor nas costas, entre outras informações úteis sobre o assunto.

Ficou interessado e quer obter todas essas informações? Então siga conosco e tire todas as suas dúvidas sobre as dores nas costas.

Entendendo a dor nas costas

É preciso ter o entendimento de que a dor nas costas pode ter origem por diversos motivos. Ela pode indicar problemas na coluna vertebral, nos nervos, nos músculos ou também em outras estruturas da região.

Além disso, doenças e ocorrências em outros órgãos também podem migrar para as costas. As cólicas renais ou nos ovários, infarto do miocárdio, e infecções, de modo geral, também podem causar esse incômodo, que atinge a praticamente toda a população.

A seguir, apresentaremos as principais causas que podem ocasionar as dores nas costas.

Principais causas

As principais causas que podem causar as dores nas costas são as seguintes:

Postura

A má postura é uma das principais causas das dores nas costas. Isso se justifica porque quando não nos posicionamos corretamente no dia a dia, podemos desenvolver problemas como a escoliose, a lombalgia, a hérnia de disco etc. Por esse motivo, convém adotar boas práticas posturais nas atividades cotidianas.

No carro

Ao andar de carro, por exemplo é preciso apoiar totalmente a coluna vertebral no banco do veículo. A má postura ao dirigir, de acordo com especialistas, pode causar escoliose, o que ocasiona dor nas costas. O mesmo cuidado também deve ser tido pelos passageiros, em carros de passeio, ônibus, metrô, entre outros meios de transporte coletivo.

No trabalho

Outro ponto que deve ser observado é em relação ao trabalho. Antigamente as pessoas se movimentavam mais e precisavam se levantar para pegar um documento em uma pasta guardada em um arquivo, por exemplo. Hoje em dia, praticamente tudo o que precisamos está armazenado no computador, o que faz com que as pessoas passem horas sentadas em frente ao equipamento na sua rotina de trabalho.

É por isso que ao utilizar o computador também é necessário ter alguns cuidados com a postura, como sentar-se de forma reta e ereta e manter a tela na mesma altura dos olhos, para que não se torne necessário baixar a cabeça ao digitar, por exemplo.

Na cama

A posição que dormimos também pode gerar dor nas costas. Por isso, adotar uma postura correta ao se deitar é muito importante. O indicado é que as pessoas durmam 8 horas por dia, um período bastante grande e que pode ser muito prejudicial, se ficarmos em uma posição desalinhada.

As melhores posições para dormir são deitado de lado ou então deitado sobre as costas, com a barriga para cima. Outras posições, por mais que pareçam momentaneamente confortáveis, podem causar dores em médio e longo prazo.

Ao caminhar

Sim, também cometemos muitos erros de postura ao caminhar e eles podem causar dores terríveis nas costas. Por isso, quando estamos andando na rua é preciso ter cuidado para não desalinhar o quadril e a porção final da coluna.

Para evitar dores, deve-se caminhar sempre com a cabeça ereta e os ombros em linha reta. Além disso, o abdômen deve ser mantido em contração para que a coluna vertebral seja protegida.

Também é preciso ter cuidado com a pisada, de modo que o calcanhar deve ser o primeiro a tocar o chão, seguido da planta e, somente depois, a ponta do pé.

Falta de exercícios

Um estudo realizado pela Universidade de Gotemburgo, na Suécia, e publicado pela Gaúcha ZH indicou que a falta de exercícios físicos pode causar dores nas costas, pois os músculos e vértebras precisam se movimentar. Caso a movimentação não ocorra, as costas podem atrofiar, o que gera dores e incômodos, sempre que for preciso fazer algum movimento.

Os pesquisadores também concluíram que mesmo as pessoas que já sofrem com as dores nas costas precisam se manter fisicamente ativas, pois a prática esportiva contribui para que os incômodos sejam aliviados.

Vale destacar, nesse sentido, a importância de sempre praticar exercícios com orientação profissional. Se você não tem conhecimento sobre postura e forma correta de se exercitar, pode fazer os treinos de maneira incorreta, o que pode piorar os quadros de dores nas costas. O indicado, portanto, é praticar exercícios em academias, contando com a supervisão de um profissional de educação física, que possa orientá-lo.

Idade avançada

O portal Alto Astral divulgou, por meio de uma reportagem, uma pesquisa realizada em 2006 pela Universidade de São Paulo. Nesse estudo, conclui-se que 29,7% das pessoas com mais de 60 anos, na cidade de São Paulo, sofrem com dores nas costas que duram mais de 6 meses.

Essa informação se justifica pelo fato de a idade avançada ser um fator de risco para esse tipo de problema. As pessoas idosas são mais suscetíveis a desenvolverem doenças como o reumatismo, a artrite, a artrose ou até mesmo o mal de Parkinson. Tudo isso, contribui para o aumento das dores nas costas.

Ter cuidados enquanto jovem é importante, pois ao não corrigir os exemplos de má postura, mostrados anteriormente, é bem provável que se desenvolva crises de dor nas costas na velhice.

A prática de exercícios físicos, tratamentos tecnológicos como o LLLT, pilates, entre outros métodos, são exemplos de maneiras para evitar a dor nas costas na terceira idade.

Como aliviar

Já explicamos que a dor nas costas pode ter origens diversas. Tendo entendido isso, você deve estar se perguntado sobre como aliviá-la, não é mesmo? Veja algumas dicas:

Relaxe

Quando você estiver com uma crise forte de dor nas costas, procure relaxar por alguns minutos, com as costas totalmente encostadas em uma cadeira. Ficar em posição confortável faz com que as fibras musculares se soltem, aliviando a dor.

Faça compressas

Faça compressas com panos e água morna, colocando-as em cima das partes doloridas. É preciso manter a aplicação por cerca de 20 minutos para que faça efeito.

Utilize medicamentos e tratamentos complementares

Se você tiver dores frequentes, pode solicitar ao seu médico a receita de remédios como analgésicos e relaxante musculares. Também existem adesivos e equipamentos para tratamento com fotobiomodulação, em que a energia da luz se transforma em efeito fisiológico, aliviando a dor.

Faça alongamentos

Tenha o hábito de fazer alongamentos antes de praticar atividades físicas e também em momentos estratégicos do dia a dia. Ao acordar ou no intervalo do turno de trabalho, após ficar horas sentado, fazer alongamentos pode ser uma boa estratégia para aliviar e também evitar as dores nas costas.

Durma bem

As dores nas costas são mais comuns em pessoas que não dormem bem, pois quando não descansamos, nossos músculos não relaxam, o que contribui para o ocasionamento de dores. Por isso, é recomendado que você durma cerca de 8 horas podia, em uma posição confortável e em um colchão adequado.

Controle o peso

As pessoas obesas ou com sobrepeso têm mais chances de adquirirem dor nas costas, pois suas articulações possuem sobrecarga. Por isso, em alguns casos, emagrecer pode ser uma solução para aliviar a dor.

Compreendido como evitar as dores nas costas, é preciso entender quais são os principais tipos em que ela pode se classificar. Falaremos sobre isso, na sequência.

Principais tipos de dor nas costas

Saiba mais sobre os principais tipos de dor nas costas, de acordo com a localização em que elas ocorrem.

Dor nas costas em cima

As dores nas costas em cima, ou seja, na parte superior, são resultado de má postura ou de traumas causados por atividades físicas realizadas de forma errada.

Geralmente, a dor nas costas em cima não é constante e pode ser curada após alguns dias de tratamentos feitos em casa como massagens, aplicação de compressas e alongamentos.

Dor nas costas no meio

A dor nas costas no meio é a que acontece entre a parte inferior do pescoço e o início da costela. Por esse motivo, quase sempre ela está relacionada a problemas em uma ou mais das 12 vértebras da coluna vertebral.

Além disso, a dor nessa região também pode indicar alterações dos órgãos que estão próximos dessa área, como o pulmão e o estômago, a título de exemplo. Por esse motivo, é importante evitar os tratamentos caseiros e consultar um médico quando sentir essas dores.

Como a dor nas costas no meio pode indicar doenças e problemas em órgãos delicados, apenas o médico, após realizar uma série de exames, poderá diagnosticar o melhor tratamento para cada caso.

Dor nas costas lombar

Também chamada de lombalgia, a dor nas costas lombar é bastante comum não só em pessoas mais velhas, mas também em jovens e até mesmo crianças. Grande parcela da população apresenta a lombalgia, que pode acontecer em decorrência do sedentarismo e da má postura.

A dor lombar pode ser aguda ou crônica. No primeiro caso, ela dura entre quatro e seis semanas, período estimado para que inflamações nas vértebras se curem. Já as dores crônicas perduram por toda a vida, de modo que a pessoa precisa aprender a conviver com esse incômodo, buscando por tratamentos paliativos para evitar o sofrimento.

Dor nas costas lado

As dores nas costas ainda podem se manifestar no lado esquerdo ou no lado direito. Entenda cada caso.

Lado esquerdo

A dor nas costas no lado esquerdo é bem mais comum que a do lado direito. Ela geralmente está relacionada aos tecidos moles, como os tendões, ligamentos e músculos ou então condições de doenças que atingem os órgãos internos, da mesma forma que a dor nas costas no meio. No caso das mulheres, essas dores também podem ser oriundas de cólicas menstruais.

Novamente, indica-se uma consulta com um médico de confiança para diagnosticar a dor nas costas do lado esquerdo. Como ela pode ter relação com doenças nos órgãos, é preciso fazer exames para conhecer o problema mais a fundo antes de iniciar qualquer tipo de tratamento.

Lado direito

Já no lado direito, embora também possam ser causadas por conta em problemas nos órgãos, as causas geralmente são relacionadas às lesões nos tecidos moles ou por desnivelamento de estruturas da coluna, como as facetas articulares, raízes nervosas ou discos.

O acompanhamento médico é recomendado se o problema persistir, mas tratamentos alternativos, como o LLLT e métodos caseiros, como a aplicação de compressas e exercícios de alongamento podem ser úteis para curar a dor nas costas no lado direito.

E então, conseguimos esclarecer as suas dúvidas sobre a dor nas costas? Esperamos que nosso artigo tenha sido útil para você e que, de alguma forma, possa ter contribuído para que você tenha mais qualidade de vida.

Para saber de mais informações leia esse artigo, sobre remédios para dor.

Para ter acesso a mais conteúdos interessantes como este e garantir a sua saúde, você pode curtir a nossa página no Facebook. Assim, nossos conteúdos estarão sempre presentes na sua linha do tempo. Visite a nossa fanpage e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Publicado originalmente em: http://cosmedical.com.br/blog/sem-categoria/dor-nas-costas/